Pesquisa

Descrição
Do Produto

O Óleo de Prímula em cápsulas faz parte da Linha de Micronutrição da Apis Flora. É feito a partir das sementes da planta Oenothera biennis, este óleo é uma fonte de ácido gama-linolênico (GLA).

MODO DE USO: Ingerir duas cápsulas ao dia.

  • Indicado para suplementar a carência de ômega 6 e para aliviar os sintomas da TPM.

    Indicado para suplementar a carência de ômega 6 e para aliviar os sintomas da TPM.

Informação <br><strong>Nutricional</strong>

Informação
Nutricional

Quantidade por Porção de 1,0 g (2 cápsulas) %VD(*)
Valor energético 9 Kcal = 40 kJ 0
Gorduras totais, das quais:  1,0 g 2
Gorduras Saturadas 0,1 g 0
Gorduras Trans 0 g **
Gorduras Monoinsaturadas 0,1 g **
Gordura Poli-insaturada 0,8 g **
Ácido linoleico (ômega 3)   0,1 g **
Ácido linolênico (ômega 6)   0,7 g **

(*) % Valores diários de referência com base em uma dieta de 2.000 Kcal ou 8400Kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

(**) Não contém quantidades significativas de proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e sódio.

Lista de <br><strong>Ingredientes</strong>

Lista de
Ingredientes

Óleo de prímula.
Composição da cápsula: gelatina, água purificada e umectante glicerina.

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

 Não contém glutén 

 Conservar ao abrigo da luz, calor e umidade 

 O Ministério da Saúde adverte: não existem evidências científicas comprovadas de que este alimento previna, trate ou cure doenças

A  <br><strong> Prímula </strong>

A
Prímula

Popularmente conhecida como prímula, a Oenothera biennis é uma planta nativa da América do Norte, que produz flores amarelas, muito utilizada pelos índios americanos para evitar infecções nos ferimentos.

Possui em sua composição química ácido gamalinolênico (GLA), fitosterol, onoterina, taninos, compostos flavônicos, mucilagens, ácido palmítico, ácido esteárico, ácido oleico, beta-sitosterol e citrostadieno.

O GLA presente na composição do óleo de prímula faz parte da estrutura das membranas celulares, também origina a prostaglandina E1, uma substância que ajuda a equilibrar os hormônios femininos, diminuindo os impactos da tensão pré-menstrual (TPM).

Atualmente, o óleo de prímula vem sendo considerado um relevante recurso fitoterápico para combater a TPM, responsável pelas súbitas mudanças de humor e dores no corpo relacionadas a este transtorno que atinge cerca de 90% das brasileiras.

Produtos
Relacionados